Calendário para 2023: pegue o seu

Já contei aqui: desde 2012 todo final de ano eu diagramo um calendário para o ano seguinte. Eu gosto, ao mesmo tempo que o conteúdo é sempre o mesmo, a solução é sempre diferente. E é também um exercício de balancear o “belo” com o “prático”.

Agora, 2023 tá aí e a gente precisa se organizar!

Esse ano o calendário volta em versão digital. São 13 folhas: uma com a visão anual e o restante com as 12 visões mensais. Já estão marcados os feriados nacionais, rio-grandenses e porto-alegrenses.


3 dicas usar melhor esse material:

  1. Imprima em papel poroso (como sulfite, ofsete ou reciclado) e use canetas coloridas para diferenciar os compromissos recorrentes dos mais importantes. Você também pode usar post-its para registrar as datas de entregas de tarefas ou trabalhos (e movê-los caso essas datas mudem).
  2. Use a visão anual para registrar as datas de eventos importantes conforme eles forem ocorrendo. Fixe em uma parede e ao final do ano você vai poder visualizar tudo que realizou de maneira rápida.
  3. Tire 10 minutos em algum dia na última semana do mês para imprimir o calendário do mês seguinte. Aproveite e já marque nele todas as entregas, atividades e compromissos, incluindo datas de pagamento de contas fixas — é a recorrência de marcar todo mês que no dia 20 vence a conta de luz que faz você a lembrar que no dia 20 tem que… pagar a conta de luz (:

Aproveite! E compartilhe com alguém que precise de uma ajudinha na organização (;


* Mais do blog:

Curso Acessibilidade para Publicações na PUCRS
Este post é um convite (: Muitas são as pessoas que tem dificuldade em acessar …
Quem lê livros digitais? Conheça os números
Tu te consideras uma pessoa leitora? E já leste algum livro digital? Dados da 5a …
O que é um livro acessível? Entenda
Leitora desde sempre e trabalhando desde 2012 com livros e materiais para educação, sei o …

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *